Fotos: INTERNET

saíba mais
23 de Março, 10:22

Dólar tem instabilidade com maior tensão nos mercados

 

 

Moeda encerrou a semana passada vendida a R$ 5,0260.

 

    O dólar opera com instabilidade nesta segunda-feira (23), após dois dias de trégua no final da semana passada, em meio ao avanço do número de mortes provocadas pelo coronavírus e com vários países ampliando medidas restritivas para tentar frear a propagação da pandemia de coronavírus.

Às 9h20, a moeda norte-americana era vendida a R$ 5,00224, em queda de 0,07%.

Um impasse na aprovação de um pacote de auxílio financeiro no Congresso dos Estados Unidos jogou ainda mais tensão nos mercados financeiros nesta terça.

Na sexta-feira, o dólar fechou em queda pelo segundo dia seguido, vendido a R$ 5,0260. O mercado reagiu a esperanças globais de estímulo econômico em resposta ao coronavírus, com os investidores ainda atentos a intervenções do Banco Central do Brasil nos mercados.

Na semana, o dólar acumulou alta de 4,43%. Foi o maior avanço semanal desde 24 de agosto de 2018, quando subiu 4,85%, segundo a Reuters. Na parcial do mês, o avanço é de 12,16%. Em 2020, a alta é de 25,34%.

Cenário externo

Lá fora, as bolsas asiáticas fecharam em queda, com os índices acionários da China recuando ao nível mais baixo em 13 meses. Nos EUA, os índice futuros também apontava para mais uma sessão de perdas.

Texto: G1

Notícias relacionadas