14 de Fevereiro, 18:41

Entre os dias 14 e 16 São José sedia Taça Santa Catarina de Boliche




A competição nacional de boliche, na modalidade tercetos, reúne, entre os dias 14 e 16 de fevereiro, atletas de São Paulo, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e, claro, Santa Catarina, no Boliche Pinguim, em São José/SC. Campeões consagrados internacionalmnete, como Stephanie Martins e Marcelo Suartz, marcam presença no torneio, que conta pontos para o ranking nacional, além do tanking catarinense . A competição é organizada, promovida e coordenada pela Boliche SC e aberta a todos os praticantes do esporte.
Disputado sem categorias, com divisões especificadas de acordo com o número de atletas inscritos e com base no Ranking da Confederação Brasileira de Boliche (CBBOL), o torneio abre possibilidade para participação de tercetos mistos.  Guy Igliori, presidente da CBBOL, avalia que o campeonato já é tradicional: “O torneio é referência na região sul e atrai participantes do Brasil inteiro, ou seja, já está consolidado como parte importante do calendário nacional de boliche".
Serão dezoito partidas divididas em três rodadas: seis partidas no dia 14 de fevereiro, seis partidas no dia 15 e outars seis no dia 16, com mudança de pistas a direita a cada partida. Não haverá partida final. A classificação será pela totalidade de pinos derrubados no total. Se houver empate, na disputa individual contam a  maior partida individual e a maior média entre os três dias de disputas individuais; o critério de desempate na disputa do terceto também são a maior partida e a maior média. 
A premiação será com troféus para o 1ª terceto colocado e medalhas para os segundos e terceiros lugares. As partidas individuais e all events serão premiadas com medalhas do primeiro ao terceiro classificado.
Acompanhe os resultados nas redes sociais do @bolichebrasil.
Se você tem interesse em se tornar um atleta de boliche, fale com a CBBOL (@bolichebrasil): indique seu estado e encaminharemos a sua mensagem para a Federação local.
Serviço
Confederação Brasileira de Boliche - CBBOL

Texto: Katiuscia Sotomayor

Notícias relacionadas